Notícias

55 visitas
02/06/2022 19:09:45

Representando a Fenajufe, presidente da Assojaf/MG destaca os riscos do PL da Desjudicialização em encontro no Senado
Paula Meniconi também destacou a profunda reforma que se pretende no CPC e, de acordo com ela, uma mudança tão profunda requer debate com todos os envolvidos no processo de execução.

A presidente da Assojaf/MG e coordenadora da Fenajufe Paula Drumond Meniconi esteve, na manhã desta quarta-feira (1º), na reunião com lideranças, no Senado Federal, que tratou de diversas pautas dos servidores públicos.

Durante a fala, Paula destacou os riscos trazidos pelo PL 6204/2019, que determina sobre a Desjudicialização da Execução. De acordo com ela, trata-se da privatização da execução, que tramita em caráter de urgência no Senado.

“Qual é a urgência na tramitação de um PL que visa a privatização da execução? A urgência está no capital”, disse. A dirigente fez um histórico da apresentação da matéria e a Nota Técnica emitida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que classificou o projeto como inviável, por abrir a possibilidade de criação de “abusos e excessos”.

Paula Meniconi também destacou a profunda reforma que se pretende no Código de Processo Civil (CPC) e, de acordo com ela, uma mudança tão profunda requer debate com todos os envolvidos no processo de execução.

“Queremos dizer que a Fenajufe é contra, de forma contundente, a submissão da execução civil a favor do capital. É ao capital que a privatização servirá”, finalizou.

Assista AQUI a fala completa da Oficiala de Justiça   

Fonte: Assojaf/MG