Notícias

65 visitas
16/09/2021 17:23:04

PEC 32 NÃO! Aojustra estará em Brasília na próxima semana para novas ações contra a Reforma Administrativa
Semana decisiva exige maior pressão! Oficiais associados interessados em integrar as mobilizações podem se inscrever até esta sexta-feira.

A Aojustra estará novamente em Brasília na próxima semana para seguir com as ações de pressão e mobilização contra a Reforma Administrativa (PEC 32).

A atuação de toda a categoria ao longo desta semana, incluindo os Oficiais de Justiça de São Paulo e demais regiões, fez com que a categoria obtivesse uma vitória, com o adiamento da votação do relatório apresentado pelo deputado Arthur Maia (DEM/BA).

Nesta quarta-feira (15), o parlamentar chegou a apresentar novo substitutivo ao projeto. Porém, o relator voltou atrás e retirou a complementação de voto à proposta, o que mantém o parecer divulgado em 1º de setembro. Um novo substitutivo será apresentado até esta sexta-feira (17).

Diante da falta de acordo e da pressão realizada junto aos parlamentares no Congresso Nacional, a votação da Reforma Administrativa na Comissão Especial pode acontecer na terça-feira (21).

Por este motivo, é fundamental que mais servidores estejam no Congresso Nacional para intensificar os atos contra a aprovação da matéria que retira direitos e representa o fim da Administração Pública no Brasil.

Para integrar a caravana Aojustra que segue para Brasília na próxima semana, basta enviar e-mail para aojustra@outlook.com ou entrar em contato com qualquer diretor e manifestar o interesse nas atividades. O prazo para o envio do contato termina às 23:59h desta sexta.

“O adiamento da votação é resultado de toda a pressão promovida ao longo desta semana junto aos parlamentares. A participação de mais colegas garante maior mobilização contra essa reforma que representa o fim do serviço público no Brasil. Por isso, conclamamos os Oficiais de Justiça a estarem conosco em Brasília na próxima semana”, ressalta o diretor Thiago Duarte Gonçalves.

Da assessoria de imprensa, Caroline P. Colombo