Notícias

12/07/2019 18:47:17

Fenassojaf e associações de Oficiais de Justiça repudiam discurso do presidente da Câmara contra servidores
Aojustra integra a manifestação das entidades e exige respeito para os servidores!

A diretoria da Fenassojaf e as Associações de Oficiais de Justiça filiadas, dentre elas a Aojustra, emitem Nota de Repúdio referente ao discurso do presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia que, durante a votação em plenário da reforma da Previdência, na quarta-feira (10), afirmou que “os salários no serviço público são 67% maiores que o seu equivalente no setor privado, com estabilidade e com pouca produtividade”.

De acordo com a manifestação das entidades representativas do oficialato, ao atacar os salários dos servidores públicos e mencionar o Plano de Cargos e Salários do Judiciário de 2015, o presidente da Câmara omite de propósito que os verdadeiros detentores de privilégio estão na própria classe a que pertence, principalmente aqueles que representam os interesses do mercado financeiro e dos grandes empresários da indústria e do agronegócio.

“São os servidores públicos que se dedicam a prover os serviços públicos que ainda restam à população mais carente do País, ignorada pelo governo e pela Câmara dos Deputados nessa proposta de destruição do sistema solidário de Seguridade Social.  Somos nós Oficiais de Justiça que, usando nosso veículo próprio e sem carro oficial, trabalhando numa atividade de risco não reconhecida pelos senhores deputados nessa reforma, levamos a Justiça aos vários cantos do País”.

LEIA AQUI A NOTA DE REPÚDIO COMPLETA EMITIDA PELAS ENTIDADES DE OFICIAIS DE JUSTIÇA

Da assessoria de imprensa, Caroline P. Colombo